A mineração de criptomoeda é o processo de resolução de um problema matemático (por exemplo, uma soma) usando equipamentos de informática.

Quando um computador (ou grupo deles) resolve o problema proposto pela rede de forma apropriada, é recompensado com um incentivo, no caso doe criptomoedas, o incentivo é uma série de unidades da criptomoeda que está sendo minada.

Basicamente, o que esses computadores fazem é lançar uma série de soluções possíveis, até que a solução proposta corresponda ao valor de hash do bloco.

Explicado de forma simples:

Digamos, por exemplo, que a hash estabelece que quem primeiro descobre o número de 0 a 10 recebe o prémio. Os mineiros vão atirar números, até que o número corresponda ao enigma.

Durante o processo, vão questionando se o número está correto ou não.

Quem primeiro acertar no número correto, ganha o prémio, ou seja, leva a recompensa do bloco.

Os algoritmos que determinam a dificuldade do problema e outras variáveis são conhecidos como consenso, já que a concordância das regras é necessária para todos os participantes.

Atualmente, o sistema de consenso usado por Bitcoin, Ethereum e muitas outras criptomoedas é Proof-of-Work (PoW), embora haja um grande número de moedas, como Lisk ou Stratis, que são puramente Proof-of-Stake (PoS).

O PoS é baseado no armazenamento de moedas e o trabalho é mais fácil, o que permite não desperdiçar trabalho como no PoW e é mais eficiente energeticamente.

Para a mineração de Proof-of-Work, diferentes tipos de equipamentos de computador podem ser usados.

O Bitcoin requer o ASIC, que é um equipamento especializado com muitos processadores, o que lhes confere grande poder de mineração.

O Ethereum utiliza RIG de mineração, que são sistemas baseados em várias placas gráficas. Já a Bytecoin é apenas extraído com um processador.

Existem outras opções, como ‘minar’ usando um navegador, como o Bitrad.io, ou através da partilha de conteúdo e votação para este conteúdo, como é o caso da Steemit ou ainda a partilha de uma parte da capacidade do nosso disco rígido, como é o caso de Storj.

Da mesma forma, a mineração permite-nos controlar quantas moedas estão em circulação.

Quando um bloco é certificado, o mineiro recebe uma recompensa e, portanto, novas moedas são introduzidas no mercado. Isso significa que há mais e mais moedas, até ao limite máximo, oferecendo controlo da rede.

Este articulo foi util?
Average Scoring: 0
➜ Share the knowledge and promote the decentralized revolution!